Desafio 1 ano sem compras

1 ano sem compras – economizar para começar a investir

Você não leu errado. O título é este mesmo. Eu estou propondo 1 ano sem compras e vou estruturar este desafio em duas partes. Nós faremos este desafio juntos.

– Faremos? 
– Sim, eu também vou participar. (já comecei)
– Mas Alex, você já é “meio minimalista”, não tem dívidas, sua vida financeira é organizada e é consultor financeiro… 
por que você vai ficar 1 ano sem comprar?

Primeiro, porque aqui na Aletinvest a gente tem uma coisa chamada “skin in the game” e eu não vou propor a você algo que eu não faça. Segundo, que como consultor financeiro, eu quero sentir em mim mesmo como o corpo e a mente vão funcionar diante de uma restrição a um desejo de compra. Por último, eu quero participar do meu próprio desafio para motivar você. 

Mas de onde veio isso?

Para começar, eu gostaria que você desse uma olhadinha nesta matéria da BBC sobre uma doença chamada oniomania. Ela se caracteriza por um vício em comprar ou gastar dinheiro. Acredite se quiser, mas em São Paulo já temos reuniões dos Devedores Anônimos.

Outra motivação para este desafio veio da própria consultoria. Ao longo dos anos, conversando com clientes, amigos e familiares, notei que a maioria das pessoas simplesmente coloca as despesas em segundo plano. O importante é saber “quanto está rendendo”, mas negligenciam a forma como gastam. No Brasil, apenas 4 entre 10 pessoas poupam dinheiro e muitos dizem que é porque gastam tudo o que recebem.

Além disso, não existe a mínima possibilidade de investimento quando você é uma pessoa endividada, desorganizada financeiramente e compulsiva nos gastos. Estas características prejudicam qualquer planejamento que deve ser pautado no controle das despesas, na qualidade dos investimentos e na visão de longo prazo. Sem isso, nós sabemos como acaba a história. Vou deixar algumas aqui para você consultar: Emerson Fittipaldi João GilbertoMike TysonMuller (jogador de futebol)… basta clicar nos nomes para conhecer cada história.

Agora, vou te dar números: depois que se aposentam (param de jogar), 60% dos jogadores de basquete (NBA) e 78% dos jogadores de futebol americano (NFL) quebram em até 5 anos. São vários exemplos.

Se você gastar muito, não vai poupar. Se você não poupa, não investe.

É lógico que o tamanho e a qualidade dos gastos influenciam na capacidade que você tem de poupar. E, acredite, pouco importa o quanto você ganha. Como consultor, eu ataco não só o quanto você gasta, mas a forma como você gasta. Isso é regra fundamental no meu trabalho. 

Na Aletinvest, a gente valoriza muitas coisas, e o dinheiro é, sem dúvida, uma delas. Ele é importante e sabemos que temos que cuidar muito bem dele. Vem do nosso trabalho e não podemos fazer pouco caso. 

O nosso desafio de 1 ano sem compras é justamente atacar as despesas com um único golpe e, assim, liberar uma parte do dinheiro do seu suado trabalho para você, no futuro, investir com qualidade e gerar valor no longo prazo.

– Não é para comprar nada mesmo? Nadinha?
– Calma que na parte 2 você vai saber como funciona o desafio.


Hoje você vai fazer apenas um exercício: olhe ao seu redor, dentro da sua casa, seu armário, roupas, sapatos, gavetas, camisas, gravatas, bijus, objetos, coisas… o quarto da acumulação e da bagunça (todo mundo tem um).

Observe com bastante atenção e tente refletir. Tente se lembrar quando você comprou, o quanto você gastou, se você ainda usa estas roupas ou se os objetos ainda são úteis para você. Em breve este exercício de observação fará sentido.

Alex, eu sou minimalista e gasto muito pouco.

Legal! Aproveite o desafio para refinar ainda mais os seus gastos. Acredite! Em um mundo no qual somos 24hs atacados pelas propagandas, há sempre o que melhorar.

As  histórias de falência não acontecem apenas com “famosos”,  leia esta matéria sobre um estudo da Universidade Vanderbilt, nos EUA. Entre os anos de 1993 e 2002, 1934 ganhadores da loteria pediram falência.

Está entendendo agora que não se trata de ter mais dinheiro?

Curtis “Wall Street” Carrol, um cara que eu admiro muito, tinha tudo para dar errado. Pobre, ex-presidiário, não sabia ler… Curtis superou tudo, venceu e criou um projeto chamado F.E.E.L. (Financial Empowerment Emotional Literacy), que ensina presidiários e ex-presidiários como se planejar financeiramente.

Curtis fez um TED espetacular no qual ele deixa muito PHD em finanças “no chinelo”.

“... o programa ensina como separar nossas decisões emocionais de nossas decisões financeiras. A maneira certa de economizar, controlar os gastos, pedir dinheiro emprestado e como diversificar as finanças  para o dinheiro trabalhar para você. Presidiários precisam dessas competências antes de voltar para a sociedade. Não se consegue reabilitação completa sem essas competências.” 

Entendeu agora o motivo pelo qual você deve fazer o exercício de observação proposto acima? Saber como economizar e controlar os gastos é fundamental para quem quer começar a poupar e investir.

E aí, muita “tralha”? Os armários estão cheios? Vamos acabar com isso.

O foco é fazer com que você, que não consegue guardar dinheiro, consiga mudar o seu comportamento e tenha capacidade de poupar já neste primeiro mês. O desafio só acaba daqui a 1 ano, e nós estaremos juntos.

Se você já tem as suas despesas em uma planilha, consegue poupar e até mesmo investir, EXCELENTE! Você pode fazer este desafio para refinar e melhorar ainda mais a forma como você gasta. 

A cada dia acumulamos coisas… Vamos deixando partes do nosso salário (ou ele todo) em experiências e objetos que  podem ou não fazer sentido. Claro que também pagamos contas. Vamos estruturar as despesas.

A partir de agora: menos é mais. FOCO.

Vamos seguir os passos abaixo e começar o nosso desafio.

🍀 Passo 0: Não comprar nada até ler todo este email. 

🍀 Passo 1: Criar duas colunas no excel ou mesmo em uma folha de papel (não tem desculpa). Na esquerda, todas as depesas que, não importa o que aconteça, você terá que pagar.

Geralmente são: aluguel, condomínio, luz, água, alimentação (em casa), transporte.

Na coluna direita, todo o restante que seja  passível de mudança no curto e médio prazos. Os itens que devem entrar nesta coluna são: alimentação fora de casa (restaurantes), vinhos, carro, roupas, produtos de beleza, jóias, sapatos, objetos para casa, eventos, salão de beleza, Net, Internet, celular, cartão de crédito, taxas bancárias, etc… Acredite! A forma como você consome e gasta o seu dinheiro nestes itens poderá ser facilmente alterada. São eles que não deixam você poupar, investir…

Já está com dó? Nem começamos a passar a faca. 

🍀 Passo 2: Analisar o estilo de vida.

Se você fez o exercício de observação que recomendei na newsletter anterior, chegou a hora de comparar o passado e o presente. Analisar com cuidado os gastos que estão na coluna da direita será primordial para você entender como está a sua saúde financeira.

Responda: Por que você os consome? É para você? É para impressionar a sua família ou seus amigos? São os seus “vícios urbanos”? 

Responda as perguntas acima e coloque as respostas ao lado de cada despesa na coluna da direita.

🍀 Passo 3: Enumere as quantidades.

Neste passo, você vai identificar e enumerar as quantidades dos 3 itens que mais consome e/ou possui na sua vida. A ideia aqui é identificar os excessos e descobrir como eles “acabam” com a sua renda.

Exemplos ilustrativos: sapatos, cigarros, livros, roupas, maquiagem, gravatas, óculos, relógios…

Responda:  O consumo destes produtos está fora dos limites?

🍀 Passo 4: Primeiro mês e a regra das 48 horas antes comprar.

Eu não sou tão mau assim. Eu sei que você deve ter se planejado e gostaria de fazer algumas compras, ajustar algumas pendências e adquirir algum serviço. Mas lembre-se, é a sua vida financeira aqui. É o seu presente e o seu futuro.

Para te ajudar e não travar você totalmente neste primeiro mês, ao comprar algo, você só poderá adquirir o produto 48 horas depois.  Ou seja, você só vai poder comprar efetivamente um produto ou serviço depois que 2 dias se passarem.

Exemplo: você está em uma loja diante de um tênis que gostou. Você não vai comprá-lo. Vai voltar para casa, esperar 48 horas e aí sim, se realmente precisar e quiser comprá-lo, poderá retornar à loja efetivar o seu desejo.

Você deve fazer isso para TODOS os produtos e serviços que “quiser” ou “tiver” que comprar neste mês.

🍀 Passo 5: Começar a dizer NÃO de verdade

Chegou a hora de dizer não às compras. Com os passos anteriores, você foi capaz de identificar onde estão os ralos que impedem que você consiga guardar dinheiro. Quem não consegue guardar nada e quer realmente virar o jogo, terá que se dedicar.

Começaremos, enfim, o nosso desafio de 1 ano sem compras e eu vou me colocar aqui como exemplo para te ajudar a montar o seu projeto. Eu mesmo fiz o exercício e as conclusões foram as seguintes:

Roupas: meu armário está cheio. Não preciso absolutamente de nada. Pelo contrário, vou fazer algumas doações. Posso tranquilamente ficar um ano sem comprar roupas. Minha vida não vai mudar. 1 ano sem comprar roupas, sapatos, tênis e acessórios.

Livros: Sou louco por livros. Leio um livro a cada 3 semanas. Ainda tenho mais de 30 livros que ainda não li e mais 50 no Kindle esperando por mim. Vou comprando, baixando e acumulando aqui. Além disso, tenho que ler os relatórios e as análises dos mercados. Humanamente impossível. Com certeza eu ficarei mais de 1 ano sem comprar livros.

Telefone: Minha operadora recentemente me comunicou que o plano vencerá e me ofereceu um Iphone super novo. Para isso, devo pagar “apenas”  300 dólares pelos 2 anos de fidelidade. No way. Vou continuar com o meu telefone antigo que está super bom. 1 ano sem trocar o telefone.

Equipamentos e roupas de esqui: Quem me conhece sabe da minha paixão pelo esporte. Quase morri de tanto amor ;).  Tinha pensado em trocar todo o equipamento e roupas este ano para entrar com tudo no inverno de 2020.  Não vou mais trocar. Não tem necessidade. Consigo tranquilamente esquiar com o equipamento atual. 1 ano sem comprar equipamento de esqui.

Bicicleta: Também tinha pensado em trocar a minha bicicleta porque queria uma mais clássica. Apenas por isso. A atual está em bom estado e posso muito bem continuar com ela.  Vou economizar uns 600 dólares. 1 ano para comprar uma nova bike.

E tem muito mais…. esta análise foi apenas com o exercício de ontem. Conforme os dias forem passando eu vou adicionando mais itens à minha lista de restrição.

– E você? Vamos começar? Posso continuar te ajudando….
– Mas Alê, eu já tinha uma viagem marcada. E agora?

Bom, se você tem dívidas, cartão atrasado e o cheque especial diz “alô” no final de cada mês, #TÁERRADO.  Não deveria nem dizer isso.

De qualquer forma, não me volte com camisas “estive no Nordeste” ou “I love NY”. 

A-C-A-B-O-U ! Aqui é o bonde do 1 ano sem compras.

Por acaso você fuma e não consegue guardar nenhum centavo no final do mês?

Cigarro: Se aplicarmos R$ 300,00 por mês, que é o que se gasta na média com cigarros, em 25 anos teremos aproximadamente R$ 450 mil. Isso é uma boa aposentadoria! CORTE O CIGARRO!

Televisão: Não assisto. Mas se você também não assiste e mesmo assim, deixa um bom dinheiro para a Net no fim do mês, saiba que se adicionarmos este valor ao cigarro a coisa começa a ficar séria.

Cigarro + Net = R$ 300,00 + R$ 350,00 = 1 milhão de reais em 25 anos.

Sites online: não se cadastre em newsletters das lojas onde costuma comprar online. A tentação de abrir e encontrar uma « super oportunidade » para comprar algo que não precisa é enorme! Os algoritmos vão bombardear você com “promoções”. Corte imediatamente.

Crianças: Crianças sempre querem comprar tudo. Cuidado na forma como você presenteia os seus filhos e aproveite a oportunidade para ensinar educação financeira. 

Não dê presentes constantemente aos seus filhos e converse com eles sobre o que, realmente, você tem capacidade de comprar. Quando dominar a sua vida financeira, monte um planejamento com os seus filhos.

Por fim, também evite levar os seus filhos ao shopping. Você terá gastos extras com alimentação e compras inesperadas. Prefira eventos em parques, em contato com a natureza e eventos culturais.

Filhos adolescentes: aqui não tem mistério. Já são bem grandinhos para terem uma boa conversa sobre finanças e prioridades. 

A partir de agora, com os exemplos acima e de acordo com o seu novo estilo de vida, você vai atacar o lado direito da sua planilha e passar a faca sem dó e sem piedade em tudo aquilo que suga o seu salário e não permite que você poupe e invista. Você ficará 1 ano sem comprar e será fiel apenas àquelas despesas que são essenciais para o seu dia-a-dia.

É cortar ou morrer nadando.

Depois que a sua vida financeira estiver organizada, você vai poder, aos poucos, liberar a sua renda para a compra de experiências. Estas sim valem a pena.

🍀 Passo 6: uma conversa franca e honesta com você.

No nosso último exercício, você vai se imaginar em sua casa em completa calma. De repente, alguém inesperadamente bate na porta e chega para tomar uma café. Ela quer ter uma conversa franca e honesta com você. Esta pessoa é você, que veio diretamente de 2039 para te agradecer ou para reclamar das decisões está tomando agora, em 2019.

Como gostaria que você chegasse à sua casa? Com um baita sorriso no rosto? Com leveza na vida e com a pele bronzeada, vindo de uma maravilhosa semana na praia? Ou gostaria que você chegasse triste e sem motivação para a vida, com um semblante de desespero e dependendo de ajuda dos filhos e parentes?

Você pode contar a sua própria história. Qual a história que você contará?

#demitaseugerente