Quantos Títulos Públicos eu posso comprar?


Limites de Compra e Venda

 

As compras tradicionais no Tesouro Direto deverão ser múltiplas de 0,01 título ou 1%. No ato da compra, o investidor pode optar por informar o valor financeiro ou a quantidade de títulos que pretende adquirir.

 

O sistema possui uma trava para cifras abaixo de R$ 30,00. Isso significa que se o preço do título for tal que 1% dele totalize valor menor que R$ 30,00, não será possível realizar sua compra.

 

O limite máximo de compra por investidor é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por mês. Este limite não deve ser considerado para cada título separadamente, mas sim para a carteira de títulos adquirida pelo investidor durante o mês.

 

Nos meses de vencimento e de pagamento de juros de títulos adquiridos anteriormente no Tesouro Direto e que ainda estejam em sua carteira, o investidor poderá comprar títulos, se assim desejar, utilizando seu limite de R$ 1.000.000,00 mais o valor de resgate e dos juros dos títulos.

 

Esse limite é flexibilizado se o investidor optar por reaplicar os seus recursos nas seguintes modalidades de aplicação: reinvestimento (aqui, o investidor só poderá escolher um único tipo de título para aplicar e poderá fazê-lo integral ou parcialmente até 1 dia antes do vencimento do título, em caso de reinvestimento de resgate, ou do pagamento do próximo cupom, em caso de reinvestimento de cupom) ou compra tradicional dentro do mês de vencimento das suas aplicações anteriores.

 

Fonte: Tesouro Direto

Comprar por Valor Financeiro ou Quantidade de Títulos

Forma de pagamento das compras de Títulos Públicos